Feitos um para o outro (Capítulo 8)

Antes de leres esta parte da história,
lê o Capítulo 7 aqui.

Alice:

Ontem, deitei-me cheio de vontade de dançar contigo.

Não uma dessas vontades que se verbalizam em conversas pontuais. Mas, sim, das que nos invadem. Das que se sentem crescer no corpo, na pele, na garganta, no coração a bater como um louco. Dessas cheias de paixão.

Das incontornáveis — porque, bastando ouvir a primeira batida e sentir o primeiro ritmo, o corpo começa, de imediato, a movimentar-se. Das que têm vida própria — porque, sem darmos por ele, o pé marca o compasso. Das que nos fazem sentir vontade de largar tudo, de mandar parar o tempo e pausar a vida, só para podermos fechar os olhos e sorrir. Só para podermos deixar que o ritmo entre no nosso corpo e nos invada. Só para podermos dançar.

E, devagar, passo após passo, movimento após movimento, sorriso após sorriso: tu e eu. Devagar, até que a melodia se torne inevitável em cada milímetro de músculo nosso corpo, até que a alegria nos contagie, até que o nosso olhar se funda um no outro: tu e eu. Até que não consigamos mais parar. E sejamos um só. Até que esta vontade sôfrega, irresistível, tome conta de nós. Das nossas emoções.

Ontem, Alice, deitei-me cheio de vontade de dançar contigo. Foi uma dessas vontades que nos fazem querer tudo, tudo. Do momento. Do instante. Da melodia. De nós. Sem amarras. Sem constrangimentos. Sem tempo.

Deitei-me e fechei os olhos com a música nos meus ouvidos. O pouco sono que tinha desapareceu à medida que o ritmo fluía. E fiquei ali, de coração quente, ansioso, feliz, a dançar contigo. Os teus lábios a sorrirem nos meus. As tuas ancas vivas nas minhas mãos. Os teus cabelos soltos. O teu abraço dentro do meu. A tua pele quente na minha. O meu coração livre. E o desejo de a noite não acabar. De nunca mais acabar.

E há, como ontem, noites tão longas onde dançamos tanto, Alice.

São, curiosamente, as noites em que me sinto mais feliz.

Porque, enquanto dançamos, ali, eu sei que fomos feitos um para o outro…

Vicente

Próximo capítulo: sexta-feira, dia 28 de julho.
Não percas!
 ❤️


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes. Uma portuguesa a viver em Londres.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: