Saudades de ti

10624
Ilustração © Laura Almeida Azevedo
Ilustração © Laura Almeida Azevedo, autorretrato

Saudades de ti. Saudades que queimam, que apertam, que tiram o ar. Saudades que me fazem esquecer o mundo. Saudades que me fazem recordar-te: e querer-te comigo, perto de mim.

Saudades de ti. Saudades que choro em silêncio, que mordo entre dentes, que quero arrancar de mim. Saudades que me fazem doer. Saudades que me fazem doer: por não te ter aqui.

E o tempo. O tempo, que mete silêncio entre nós, que nos afasta, que nos mata, que é incapaz — mesmo assim — de te tirar daqui: de mim.

Saudades de ti. Tantas saudades de ti. Tantas saudades, estas, que me fazem esquecer o mundo e ver-te ainda, à minha frente, e querer ainda tanto abraçar-te.

Saudades fundas, que dilaceram, que são silêncio e dor e desespero, que são angústia e segredo.

Saudades de ti. Saudades, estas, que sinto. Apenas de ti.

PARTILHAR
Artigo anteriorAinda estás aqui: comigo, em mim
Próximo artigoHoje, acordei contigo
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.