Espero-te. Vens?

apeteces-me_306B

Esta noite, podíamos ficar por aqui, meu amor. E não nos preocuparmos com as horas. Não querermos mais nada, nem ninguém, além de nós. Não termos de fazer nada que não nos apetecesse. Só isto: estarmos nos braços um do outro. Não termos de ouvir quaisquer outras palavras além das minhas e das tuas: porque as nossas palavras juntas, cheias de ternura, de abraços e de beijos na testa, seriam as mais deliciosas e importantes de todas.

Esta noite, podíamos ficar por aqui e adormecer juntos, meu amor. E entrarmos de mãos dadas nos sonhos imensos que tivemos. Abraçarmo-nos com força, caso os pesadelos quisessem fitar-nos de frente. Saltarmos juntos sobre as poças de água do Outono. Partilharmos o maior algodão doce. Viajarmos até ao futuro. Esse: onde nos imaginaríamos velhinhos, juntinhos e cúmplices um do outro, a partilharmos as conquistas dos filhos e as preocupações com os netos.

Sim, esta noite podíamos. Eu e tu: aqui.

[Espero-te. Ainda. Vens?]


Olá! Eu sou a Laura, a autora deste blog e do livro «Apetece(s)-me». Sou também freelancer em desenho gráfico, ilustração, redação de conteúdos e gestão de redes sociais. Paixões? As mais simples: escrever, desenhar, música, varandas e cidades grandes. Atualmente, vivo em Londres!

RELATED POST

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: