Preciso de ti

4747

apeteces-me_303b

«Gosto tanto de ti» — digo-te, com o coração a queimar. E quase sinto que, no lugar do meu coração, dentro do meu peito, há uma bola de fogo gigante que se contrai. De mãos trémulas, quase me falta o ar. Esta vertigem de não saber chegar a ti. Preciso de respirar.

[Preciso de ti.]

«Gosto tanto de ti» — digo-te, em pensamento. Quase pronuncio em voz alta cada uma destas palavras. Quase as sinto a saírem aos tombos da minha boca. Quase lhes sinto os pés e as mãos a abrirem caminho por entre os meus lábios — que preferiam, milhares de vezes mais, murmurar o teu nome: entre a paixão da partilha desmedida e o reconforto doce do abraço.

[Abraças-me?]

PARTILHAR
Artigo anteriorÉs feliz?
Próximo artigoA paixão vem de mansinho
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.