Exaustas

349

apeteces-me_website280

As minhas palavras parecem estar sempre a lutar por manter o equilíbrio. E estão quase sempre exaustas, com o ar a faltar-lhes, como se surgissem do âmago mais fundo de mim.

[As minhas palavras surgem de lá.]

PARTILHAR
Artigo anteriorFaço de conta que não sei
Próximo artigoHoje já é, meu amor
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.