READING

Cada vez que te via com ela

Cada vez que te via com ela

apeteces-me_website275

Eu estava doente. Não era de corpo. Não me saltavam braços, nem pernas do corpo. Nem tinha sangue na pele branca do meu corpo. Era outro tipo de doença.

Estava doente por dentro. Estava doente nas palavras que não conseguia dizer. Fugia-me do corpo a lucidez. E jorravam sangue as minhas palavras mudas, cada vez que eu te via com ela.


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: