Nunca me falta o amor

391

apeteces-me258

Gostava de ser capaz de te explicar o que sinto. Este calor no peito. Esta ansiedade constante nos dias. Esta vontade de ser uma pessoa melhor.

Gostava, sobretudo, de encontrar palavras que soubessem explicar que o amor é muito, muito mais do que palavras.

E que, por isso, mesmo que haja dias em que me faltam as palavras, nunca me falta o amor.

PARTILHAR
Artigo anteriorÉ hoje que me amas de volta?
Próximo artigoReaprender a gostar
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.