Tudo o que nos basta

2699

apeteces-meWebsite251

Não sei quem és, nem o que queres de mim. Conheço apenas aquilo que me dás, as palavras que me dizes e esses teus abraços que me apertam com tanta força que quase parece que o mundo pára aqui mesmo. Podíamos ser tudo o que nos apetecesse. Mas é, curiosamente, aquilo que não chegamos a ser que nos prende um ao outro ― e que nos mostra que já somos tudo o que nos basta para sermos felizes.

PARTILHAR
Artigo anteriorPaixão doida
Próximo artigoVou esperar por ti
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.