E eu fervo

apeteces-meWebsite244

Todos os dias, o teu nome na minha boca: em surdina. Todos os dias, a recordação das tuas mãos agarradas com força às minhas. As mãos que me abriam mundos.

Todos os dias, um pedaço de ti em mim ― guardado na memória louca desta minha paixão por ti. Todos os dias, à tua espera. Aconteça o que acontecer.

Mas tu demoras[-te]. E eu fervo.


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes. Uma portuguesa a viver em Londres.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: