O adeus antes do tempo

498

apeteces-meWebsite242

Não esperava que aparecesses. Mas vieste com o teu sorriso doce, com o teu coração aberto e com a urgência nos minutos. Puxaste-me para ti. Envolveste-me em nós. Viraste-me o mundo ao contrário. E, quando tinha já um nó na garganta, foste embora.

E eu perdi-te para sempre. Perdi o teu abraço, as tuas palavras, o teu olhar mergulhado no meu. Perdi os passeios de mãos dadas, os sorrisos ao pôr-do-sol, os sonhos deitados no corpo um do outro, os abraços quentes a escutarem o coração. Perdi-te dentro deste querer tanto, sem tempo nem razão. Este querer tanto que me queima na boca, como se pudesse amar-te já.

Hoje, é assim que me dói o adeus antes do tempo ― o nosso adeus.

PARTILHAR
Artigo anteriorO amor não [se] escolhe
Próximo artigoEu e tu
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.