READING

O amor não [se] escolhe

O amor não [se] escolhe

apeteces-meWebsite240

Abraça-me contra o tempo. Vamos demorar-nos, aqui, sem que nos lembremos do que existe lá fora. Sem necessidade de verbalizar os prós e os contras de estarmos juntos. Sem metermos palavras, que não sentimos, nas nossas bocas. Sem nos amarrarmos as mãos só para que não toquemos um no outro.

Abraça-me neste tempo nosso em que nada disso [deveria] importa[r]. Sem vergonha do que sentimos, um pelo outro. Sem culpa.

O amor não [se] escolhe.


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes. Uma portuguesa a viver em Londres.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: