Chorar-te

apeteces-meWebsite237

Sorrir e querer chorar. Ser livre e estar presa. Ser feliz, mas ter uma tristeza imensa no olhar. Ter tudo e não ter nada. Nada que seja inteiro, verdadeiro. Nada que consiga compensar uma vida sem ti. Ser tudo e nada ser ao mesmo tempo. Ser feliz — de uma maneira tão insuficiente — só porque estou viva. Podia ser pior. Pode sempre ser pior.

[Mais um dia. Mais uma noite. E os meus dias parecerem chorar-te — todos — ao mesmo tempo.]

Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por fotografia, pessoas, cidades grandes e esplanadas com luz.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: