Recomeçar a vida

2784

apeteces-meWebsite233

Que o meu peito consiga respirar fundo, quando a ansiedade me tira o ar. Que o meu coração consiga bater, quando a dor se afunda no meu corpo e embate contra ele.

Que o meu olhar consiga sempre ver o que está por trás de tudo o que parece tão pouco importante. Que o meu cansaço seja apenas um momento fugaz em que preciso de repor as energias para ir na direção dos meus sonhos com mais determinação ainda.

Que o meu mundo não seja apenas um espaço onde estou, onde vivo e espero e procuro, mas um lugar onde possamos estar juntos à espera do nascer do sol.

E que nunca me faltem a visão e a força para recomeçar a vida, quando deixar de conseguir sorrir.

PARTILHAR
Artigo anteriorAs melhores noites
Próximo artigoA nossa história foi assim
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.