READING

Não quero perder-te

Não quero perder-te

ApetecesmeWebsite211«Não quero perder-te.» Disseste-me com os olhos abertos e a respiração quase apertada na tua boca. E eu fiquei a olhar-te, sentindo cada palavra que me dizias. «O mundo é diferente, Raquel. E eu não quero perdê-lo. Não este mundo contigo.»

No teu olhar mudo, as palavras eram ditas de forma urgente. Seguraste-me na mão e ficaste imóvel. Os teus dedos quentes entrelaçando-se nos meus. A ternura na tua pele branda e na curvatura desprotegida do teu corpo.

Fizeste um longo silêncio e perguntaste-me: «E tu queres perder-me?»

Fiquei sem reação. O que se responde numa situação assim? Um aperto no estômago. O vazio imenso de palavras. As emoções petrificadas, sem conseguirem dizer nada de concreto. E os segundos a passarem. Abanaste-me, ligeiramente, as mãos, a pedir que te respondesse.

«Já não te amo, Raul.» Foi a única coisa que consegui dizer.


Olá! Eu sou a Laura, a autora deste blog e do livro «Apetece(s)-me». Sou também freelancer em desenho gráfico, ilustração, redação de conteúdos e gestão de redes sociais. Paixões? As mais simples: escrever, desenhar, música, varandas e cidades grandes. Atualmente, vivo em Londres!

RELATED POST

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: