O coração ligado à boca

ApetecesmeWebsite190a
Sempre gostei
de conversar contigo. Não era preciso dizer: «Preciso de falar contigo.» As palavras surgiam com naturalidade. Vinham inteiras, sem pressas e diziam-nos simplesmente. Mesmo quando, por vezes, não sabíamos o que queríamos dizer. Não importava. Era como se tivéssemos o coração ligado à boca — todo ele a ferver — e os ouvidos no coração do outro.


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: