READING

O amor ferve

O amor ferve

ApetecesmeWebsite175

O amor é assim. Ferve. Dá vontade de dizer: «Sai daqui. Deixa-me arrefecer um pouco.»

Mas o amor não quer saber disso: de arrefecermos. Isso seria dar-nos espaço de manobra para nos prepararmos para o melhor e para o pior. Seria ter tempo para equacionar não só o amor, mas tudo o que fica no entretanto: os impulsos, as urgências, as vontades, as saudades e até a dor.

Por isso, o amor fica e não se distrai. Nem se demove. Olha-nos nos olhos e responde, assim, à queima-roupa: «Não deixo. Ou me queres por inteiro, ou não me tens de todo.»


Designer, ilustradora, copywriter e autora. Apaixonada por comunicação, pessoas e cidades grandes. Uma portuguesa a viver em Londres.

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: