Ainda o amas

20797
[Fotografia © Felix Spiegel, Flickr]
[Fotografia © Felix Spiegel, Flickr | Creative Commons]
Hoje, queria conseguir esquecer-me de tudo. Ou talvez não de tudo. Queria apenas conseguir esquecer-te. Não estar sempre com o pensamento em ti. Não sentir a garganta apertada. Não ter o coração a bater depressa e a dizer-me, sem pausas: «Ainda o amas!»

Não, hoje, queria esquecer-me de ti. E de tudo aquilo que ainda sinto. Tudo aquilo que ainda me tira o sono. Tudo aquilo que ainda relembro, que ainda me queima na pele, que ainda me tira o fôlego. E que ainda me faz chorar.

Queria. Hoje. Agora. Porque preciso de ter-me de volta, outra vez, para ser capaz de viver esta nova vida: sem ti.

PARTILHAR
Artigo anteriorAmo-te
Próximo artigoDás-me um beijo?
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.