Diz-me

482

apeteces-me_website135

Diz-me o que sentes. Ainda não que verbalizes, por palavras, aquilo que te queima por dentro. Ainda que não te preocupes com a forma.

Diz-me o que sentes. Assim. Desta forma genuína que sai dos lábios. Desta forma que aquece a carne do corpo. Desta forma que é paixão quente na respiração acelerada das nossas bocas.

Ainda que não fales, diz-me. Não te cales.

PARTILHAR
Artigo anteriorGosto de ti há uma vida inteira
Próximo artigoHoje não quero mostrar que o amor dói
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.