Hoje apetece-me cantar

691

apeteces-me_website095

Hoje, apetece-me cantar. Apetece-me ser voz inteira, felina, a desbravar caminhos. Hoje, apetece-me não ter idade. Apetece-me ser joelhos pequenos que dançam sem hesitar. Apetece-me ser corpo miúdo que é grande por dentro. Apetece-me sonhar.

Hoje, a minha idade não importa. Só eu e todos os sonhos que tenho dentro do peito. E esta voz. Esta voz que não se cala.

PARTILHAR
Artigo anteriorGosto tanto de ti
Próximo artigoNão me deixes cair
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.