Gatos preguiçosos

281

apeteces-me_075

Gosto do sol. Gosto de me aninhar, debaixo do sol, como um gato preguiçoso sem pressa de sair. Gosto da minha pele quente com vontade de sorrir. Gosto do prazer que liberta pelo meu corpo. Não preciso que o sol me queime. Preciso apenas que me renove.

O sol é assim como a paixão: aquece, reconforta, rejuvenesce. Põe um sorriso delicioso nos lábios e dá-nos esta vontade de que as horas parem. De que o instante se prolongue. Não precisa de nos encandear todos os dias, mas precisa de estar viva em nós. Para nos aquecer. Para nos fazer sorrir.

E para sermos, no fundo, aninhados nela: gatos preguiçosos sem pressa de sair.

PARTILHAR
Artigo anteriorAtrás dos sonhos
Próximo artigoUma carta
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.