Queres saltar?

3229

apeteces-me_050

«Queres saltar?», pergunto-te. Fechas os olhos e as tuas mãos apertam a madeira. Insisto: «Vais saltar?» Respondes-me «ainda não sei bem», franzindo o canto da boca. «Então?» «Então, apetece-me», explicas, «só para ver ao que sabe.»

Ficamos assim dez minutos: Contigo a olhar para baixo, a medir a distância. Contigo a olhar o mundo em frente. Contigo a olhar para os meus olhos. Encostado à madeira, imóvel, como se ponderasses o mundo num silêncio fechado que quer equacionar tudo.

«E se eu me magoar?» Silêncio. Levanto a sobrancelha. Respondo-te: «Se te magoares, levantas-te e sopras.» Rio-me. Ris-te. «Sopro? O que raio quer isso dizer?» «Sim, sopras. Vais ver que a dor passa num instan…»

[CATRAPUM!]

«Então, saltas assim e nem me deixas acabar a frase?» Encolhes os ombros e dizes: «Estava aí com tanta mariquice e, no final, quantas vezes já me levantei em situações bem piores e que doíam muito mais?»

PARTILHAR
Artigo anteriorNão sou perfeito
Próximo artigoTua. Meu
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.