As tuas palavras nas minhas mãos

330

apeteces-me037

As tuas palavras nas minhas mãos. Assim, paradas, a olharem para mim. Sem pressa. As histórias que elas contavam, como se, vivendo as tuas histórias, pudesse, de alguma forma, estar contigo. As histórias sobre pessoas, sobre hábitos, contornadas com sentimentos e desejos de um futuro cheio de risos, aventuras e descobertas. Um futuro tão cheio, ainda grande. Nosso.

As tuas palavras nas minhas mãos paradas, como se ainda estivesses aqui. A saudade, dentro do meu peito, a queimar, como varas de fogo pousadas na minha pele. A saudade que não posso acalmar. A saudade de quem já foi. A saudade de quem cá ficou.

As tuas palavras nas minhas mãos, cheias de vontade de te tocar. O meu coração apertado. O teu sorriso luminoso quando fecho os olhos.

Para sempre.

PARTILHAR
Artigo anteriorAinda estás aí?
Próximo artigoTinhas o sorriso
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.