READING

Com as memórias brutas entre nós

Com as memórias brutas entre nós

apeteces-me_website020

Sento-me no pedaço de silêncio que fica entre o meu corpo e o teu. Sento-me com as minhas mãos cansadas, com as minhas pernas a latejar os quilómetros que fizeram até aqui. E com o coração quente, redondo, cheio, submerso em palavras que não consigo dizer-te. Envolto por emoções que atordoam, que me ferem. Emoções que queimam, na minha pele, como um fósforo gigante e invisível que se acende na própria carne.

Sento-me no pedaço de silêncio que fica, mudo, entre os teus olhos e os meus. Sento-me com a carne aflita, com as memórias brutas entre nós. Com o sangue a pulsar-me na garganta. Com esta vontade muda de gritar o teu nome. De gritar-te. De ser-te, em mim, como no primeiro dia.

Sento-me e fico-me a olhar-te. Há quanto tempo sabes tu que este amor é assim: um fogo posto no meu coração; um silêncio gelado desse lado; uma urgência minha faminta de ti e um longo e desprendido já-não-te-amo-mais-meu-amor teu?


Olá! Eu sou a Laura, a autora deste blog e do livro «Apetece(s)-me». Sou também freelancer em desenho gráfico, ilustração, redação de conteúdos e gestão de redes sociais. Paixões? As mais simples: escrever, desenhar, música, varandas e cidades grandes. Atualmente, vivo em Londres!

RELATED POST

Deixa aqui o teu comentário:

INSTAGRAM
SEGUE-ME NO INSTAGRAM
error: Copyright © Este conteúdo está protegido!
%d bloggers like this: