Que eu viva sempre em ti

452

apeteces-me_012

Que os meus gestos sejam brandos e que o meu riso esteja divertido quando te lembras de mim.

Que as nossas conversas embelezem o teu esconderijo, sempre que foges do mundo para recomeçar a vida. Que as nossas brincadeiras sejam saltos, sem medo, por cima do infinito, como numa cama elástica que nos deixa sobrevoar o mundo.

Que te lembres do meu rosto quando fechas os olhos e que o sorriso nos teus lábios seja assim: genuíno, incontido, apaixonado.

Que eu viva sempre em ti, como tu vives em mim.

PARTILHAR
Artigo anteriorO teu sorriso
Próximo artigoGuardo comigo
Laura Almeida Azevedo
36 anos. Apaixonada por palavras, desenho e comunicação. Viciada em música e chocolates. Fascinada por pessoas, emoções e cidades grandes. Licenciada em Jornalismo. Designer gráfico, ilustradora e autora do livro «Apetece(s)-me». E a desafiadora-mor da plataforma de escrita criativa: Desafio-te.